domingo, 20 de abril de 2014

“NHAMUNDÁ DISCO” - A FESTA ! -, BOMBOU NA “ILHA BELA DO AMAZONAS” NO SÁBADO


Parabéns ao amigo João Dias Melo pela festa “Nhamundá Disco”, realizada no sábado, 19, no conservatório Van Pereira, em Nhamundá-AM. Sob o comando do DJ Rob Serrão (excelente, top), a festa recheada de hits dos anos 70 e 80, bombou a noite da “Ilha Bela do Amazonas”... Parabéns, também, aos aniversariantes Joaquim Nogueira e Jonas Vidal que aproveitaram a balada para confraternizar com os amigos!!! Marcou presença, também, o prefeito Nenê Machado ...
Não só o indiscutível fascínio que os ritmos dos anos 70 e 80 exercem sobre o público que curte uma boa noitada dançante, mas também a boa organização e divulgação garantiram o êxito dessa empreitada do amigo João Dias; a ele e à equipe responsável pelo evento, loas !!!
Esperamos que venham outras ...

Afonso Bindá e Paulo Sérgio Sá, amigos radialistas.

Prefeito de Nhamundá, Nenê Machado e o aniversariante Joaquim Nogueira.




Afonso, Marina e Humberto.




Fonte/Fotos: z fioravante - <amazôni@contece>/Facebook
Leia Mais ►

O QUE É PÁSCOA?


A Páscoa é a festividade mais importante para a religião cristã. Páscoa significa passagem e tem origem no termo hebraico Pessach. O "Domingo de Páscoa" celebra a Ressurreição de Jesus Cristo. A data primavera, no hemisfério Norte. A data é sempre entre os dias 22 de março e 25 de abril.
A Páscoa já era comemorada antes da época de Cristo. Tratava-se da comemoração do povo judeu por terem sido libertados da escravidão no Egito, que durou cerca de 400 anos. Segundo a Bíblia o próprio Jesus participou de várias celebrações pascoais, quando tinha doze anos foi levado pela primeira vez pelos seus pais José e Maria para comemorar a Páscoa, tendo participado sempre, nos anos seguintes. A mais famosa participação relatada na bíblia foi a "Última Ceia" onde Jesus participou da comunhão do corpo e do sangue, simbolizados pelo pão e pelo vinho. Depois desta celebração Jesus foi preso, condenado, morreu na cruz e ressuscitou na manhã do terceiro dia. Portanto, Páscoa significa ressurreição de Jesus, passagem da morte para a vida.
Páscoa significa mudança, renascimento, vida nova em Jesus Cristo.
Significa viver em sintonia diária com o Deus. Que nesta páscoa encontremos nossa fonte de luz e presenteemos a quem amamos com ovos de fraternidade; pombos de amor e de paz; coelhos de caridade; cordeiros de harmonia e girassóis de humildade.
Páscoa é
Páscoa é aleluia
Páscoa é ressurreição
Páscoa é amor
Páscoa é renascimento
Páscoa é passagem
Páscoa é atitude
Páscoa é acolher;
Ser;
Reconhecer;
Espalhar a luz do Cristo vivo e ressuscitado.
Páscoa é motivo e razão de viver.

Feliz e Santa Páscoa a todos!

Fonte: Irmã Maria Helena Teixeira, colaboração para o Jornal da Ilha

Leia Mais ►

MANAUS-AM: SUGESTÃO PARA ESTE DOMINGO, DIA 20

O QUE: Abertura do XVIII Festival Amazonas de Ópera, com o espetáculo Manon Lescaut

QUANDO: Domingo, dia 20 de abril

ONDE: Teatro Amazonas

HORÁRIO: 19h (começo do espetáculo)

Composta pelo italiano Giacomo Puccini em 1893, Manon Lescaut conta a história da bela e ambiciosa jovem (Manon) diante da escolha entre viver um grande amor ou um relacionamento baseado no luxo e nas aparências.
No elenco da montagem destaca-se uma das mais importantes sopranos brasileiras de todos os tempos, Daniella Carvalho que divide o espetáculo com a Orquestra Amazonas Filarmônica, regida pelo maestro Luiz Fernando Malheiro, também diretor do festival que este ano chega a sua 18ª edição.
O concerto também é o primeiro da série de 40 shows, espetáculos, recitais, oficinas e demais eventos que compõe a programação deste ano.

Fonte: Press Comunicação
Leia Mais ►

sábado, 19 de abril de 2014

HARPIA


Também encontrada no Brasil, é a maior e mais poderosa ave de rapina das Américas.
Foto do grande Araquém Alcântara


Leia Mais ►

TRÊS VÍTIMAS DE ACIDENTE EM PROCISSÃO CONTINUAM INTERNADAS, NO AMAZONAS


Uma mulher está em estado gravíssimo e duas passam por cirurgia.
Três pessoas morreram após carro de som perder controle.
Atualizado em 19/04/2014 02h43
A Secretaria de Estado da Saúde (Susam) divulgou nota sobre as vítimas de um acidente que ocorreu durante uma procissão, realizada no fim da tarde desta sexta-feira (18), quando um carro de som perdeu o controle e causou a morte de três pessoas, na Zona Centro-Oeste de Manaus. Entre os feridos, uma vítima encontra-se em estado gravíssimo e outras duas passam por cirurgia.
Um a mulher de 50 anos foi socorrida e levada para o Hospital Pronto-Socorro 28 de Agosto, na Zona Centro-Sul. Segundo o boletim médico, ela  passou por drenagem de tórax, apresenta estado instável. A paciente deverá ser encaminhada à Unidade de Terapia Intensiva (UTI).
Uma criança está entre as vítimas do acidente. Uma menina de 10 anos teve fratura na perna direita. Ela foi avaliada e transferida para o Hospital Pronto-Socorro da Criança, na Zona Oeste de Manaus, para realização de uma cirurgia.
Outra vítima do acidente recebe atendimento no Pronto-Socorro Platão Araújo, localizado na Zona Leste da capital. A mulher de 52 anos teve fratura exposta no tornozelo e deve passar por cirurgia ainda nesta sexta-feira.
Acidente
Um carro de som que participava de uma procissão na tarde desta Sexta-Feira Santa perdeu o controle e atingiu fiéis que participavam do evento. O acidente ocorreu por volta das 17h, na Zona Centro-Oeste da capital. Segundo informações do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), a colisão resultou em 11 vítimas. Duas delas morreram no local do acidente e uma senhora faleceu quando era levada ao Serviço de Pronto Atendimento do Alvorada.
Fonte/Foto: Leandro Tapajós – G1 AM/Reprodução TV Amazonas



Leia Mais ►

... E NESTE SÁBADO VAI ROLAR A FESTA EM NHAMUNDÁ-AM



Leia Mais ►

BRASIL COMEMORA HOJE, 19, O DIA DO ÍNDIO

Povos indígenas foram escravizados pelos portugueses.
O dia do índio é comemorado em 19 de abril. Esta data foi criada e decretada em 1943, pelo presidente Getúlio Vargas, como forma de homenagear esse povo.
A população indígena, desde o descobrimento do Brasil, sofreu muito, pois foram perseguidos, agredidos e doutrinados pelos homens brancos.
Quando os portugueses chegaram aqui, encontraram uma população grande de índios espalhados pelas nossas terras, eram aproximadamente seis milhões.
O modo de vida dos índios é bem diferente do homem, pois vivem em aldeias, suas casas são feitas de galhos de árvores e palhas, que recebem o nome de oca. Alimentam-se de raízes, como mandioca, cará, inhame e batata-doce, além da caça e da pesca. Também produzem objetos necessários para sua sobrevivência, como arco e flecha, e para o seu dia-a-dia (vasilhames de cerâmica, cestos de palha, redes, etc.). Costumam pintar seus corpos com tintas extraídas de plantas naturais, como o urucum de cor avermelhada, a beterraba de cor roxa e o azul escuro do jenipapo.
Esses povos foram escravizados pelos portugueses, contaminados com doenças que não conheciam, além de morrerem por maus tratos e tiros quando tentavam fugir, o que fez reduzir em grande quantidade parte de sua população.
Os portugueses trocavam informações com os índios através de gestos, mostrando-lhes como era a sua cultura, sua forma de viver, mas exigiam destes que atendessem suas vontades e necessidades.
Hoje em dia a quantidade de índios está aproximadamente em torno de 280 mil, mas, em razão da melhoria de suas condições de vida, há um crescimento populacional desse povo.
Existe um órgão do governo federal que cuida dos interesses dos povos indígenas, preservam suas riquezas e sua cultura. A FUNAI - Fundação Nacional do Índio - cumpre com o disposto na Constituição Brasileira de 1988.
Fonte: Jussara de Barros - Pedagoga - Equipe Escola Kids (Parintins-AM)



Leia Mais ►

AMANHÃ, DOMINGO 20, SEIS BANDAS TOCAM NO “RED APRIL”, EM SANTARÉM-PA


Evento de rock promete atrair bom público para prestigiar 'som pesado'.
Shows iniciam às 18h e terá uma banda de Belém.
Seis bandas regionais de rock irão tocar no evento "RED APRIL: A INVASÃO DO ROCK", que será realizado neste domingo (20), a partir das 18h, no Fluminense Atlético Clube, em Santarém, oeste do Pará.
Irão se apresentar as bandas Ressakyator, Estado Terminal, Stone Age, Snuff, Decaptor e Retaliatory - foto -  (vinda de Belém).
Os ingressos são vendidos a R$ 10 (antecipado) e R$ 20 (na hora). Para estudantes, o preço será de R$ 10.

Fonte/Foto: Andriene Moura/Arquivo AA
Leia Mais ►

FESTIVAL AMAZONAS DE ÓPERA INICIA NESTE DOMINGO (20)


Noite de estreia contará com a montagem de 'Manon Lescaut', primeira ópera de sucesso do compositor italiano Giacomo Puccini
Uma mulher de origem humilde e fascinante beleza, com um certo  pendor pela riqueza e pelo luxo. Poderia ser a personagem de uma novela das oito, mas trata-se de Manon Lescaut, heroína da primeira ópera de sucesso do italiano Giacomo Puccini (1858-1924). Um dos títulos  mais tradicionais do repertório lírico, a peça marca a agenda de apresentações do 18º Festival Amazonas de Ópera (FAO), com estreia neste domingo, dia 20, no Teatro Amazonas.
Baseada num romance do Abade de Prévost, “Manon Lescaut” narra a história da jovem personagem-título desde a fuga da vida no convento até seu final trágico num deserto, passando por um casamento de conveniência com Geronte e pelo degredo nos Estados Unidos, ao lado do amante Des Grieux.
Responsável pela direção cênica da montagem do FAO, com cenografia tradicional assinada por Alfredo Troisi, o italiano Pier Francesco Maestrini diz considerar Manon a mais bela personagem feminina do universo lírico. “Em seu livro, Prévost dizia que quem a via se sentia atraído, não importa a classe social. E ela era uma camponesa, de boa família, sem muita cultura, mas com charme, sex appeal e porte natural que deixava todos impressionados”, declara.
‘Alma dividida’
Maestrini revela que buscou salientar o universo emocional da heroína. “Em Puccini, é marcada a atração (que a personagem sente) pelo ouro, pela riqueza. Mas a grande força de Manon, o que impôs Puccini à atenção geral, foi a força da paixão”, assinala o italiano. “A ênfase que dei foi na alma dividida da Manon”.
Maestrini conta que já dirigiu várias outras montagens da “Manon” de Puccini (há uma outra adaptação de Prévost, escrita pelo francês Jules Massenet), e que sempre busca contar a história de maneira a ser bem compreendida pelo público. “É difícil contextualizar ‘Manon Lescaut’, pois ela é muito presa ao contexto histórico do século 18”, afirma ele.
Além disso, acrescenta o diretor, Puccini deixou certas lacunas na trama, que passou pelas mãos de vários libretistas, como o desfecho de Manon e Des Grieux nos Estados Unidos. “Ele não explica o que acontece para levar os dois ao deserto”, diz ele, que amenizou o problema transferindo o intermezzo do final do segundo para o final do terceiro: “Isso dá maior respiro, para não criar uma surpresa abrupta”.
Montagem
“Manon Lescaut” terá no elenco a soprano Daniella Carvalho, no papel principal; o tenor Juremir Vieira, como Des Grieux; o barítono Eduardo Amir, como Lescaut, irmão de Manon; e o baixo Eduardo Janho-Abumrad, como Geronte. A direção musical e regência são de Luiz Fernando Malheiro, diretor artístico do FAO, nas récitas de domingo e do dia 26, sábado. No dia 22, terça-feira, caberão ao maestro assistente Otávio Simões.

Fonte/Foto: Jony Clay Borges – A Critica/Evandro Seixas
Leia Mais ►

SACO É UM SACO: UNIÃO EUROPEIA QUER REDUZIR EM 80% O CONSUMO DE SACOLAS PLÁSTICAS.


“As sacolas plásticas são um símbolo da nossa sociedade de desperdício. Nós a usamos por pouco tempo, mas comprometemos o meio ambiente por séculos”, alertou o comissário europeu do Meio Ambiente, Janez Potocnik.
Medida aprovada prevê criação de impostos sobre esse produto e até sua proibição. Das 750 mil toneladas de sacolas plásticas produzidas na Europa em 2010, somente 10% foram recicladas.
Leia mais: http://bit.ly/1gGnBeP
Anualmente, milhões de toneladas de lixo vão parar nos oceanos formando ilhas enormes nos mares. Milhares de pássaros e mamíferos marinhos morrem, ficam presos ou comem plástico.
Por um mundo mais consciente, inteligente e sustentável.

Fonte/Foto: Projeto Gota D’Água
Leia Mais ►

HOJE, NO SAMBÓDROMO DE MANAUS, "O SHOW" ...


Leia Mais ►

sexta-feira, 18 de abril de 2014

EM JURUTI-PA, GRUPO ‘ENCOMENDA ALMAS’ DE QUEM MORREU ‘DESPREPARADO’


Ritual é realizado nas noites de quinta e sexta-feira santas.
Há quem acredite que tradição tenha mais de cem anos.
Um grupo de pessoas se reúne tradicionalmente nas noites de quinta e sexta-feira santas para ‘encomendar almas’ de pessoas que morreram despreparadas espiritualmente em Juruti, oeste do Pará. Vestidos em roupa branca que cobre quase que totalmente o corpo e um capuz sobre a cabeça, os adeptos do ritual se encontram no cemitério da cidade e saem pelas ruas em procissão para visitar e rezar por essas almas.
Segundo Pedro Maturano, que participa do ritual há 26 anos, a intenção é encomendar para Deus as almas das pessoas que tiveram mortes repentinas. “São pessoas que morrem em acidentes, afogadas, baleadas, esfaqueadas, sem tempo de fazer qualquer preparo espiritual”, explica.
Não há informações concretas sobre a origem do ritual em Juruti, mas há quem acredite que a ‘Encomendação de Almas’ tenha sido introduzida no município há pelo menos cem anos. Valdomiro Fonseca diz que é ‘encomendador’ de almas há 49 anos, sendo essa uma tradição herdada do pai que, por sua vez, herdou do bisavô. “Como ele já foi [morreu], vamos ter que manter essa reza todo o ano”, afirmou.
Raimundo Monteiro, que também participa do ritual, garante que a encomendação traz paz de espírito. “Durante não ter essa reza, eu sonho com gente que já foi daqui dessa terra”, afirma Raimundo Monteiro.
O ritual da Encomendação de Almas foi realizado na noite de quinta-feira (17) e encerra nesta sexta (18).

Fonte/Foto: G1 PA/Udirley Andrade
Leia Mais ►

MANAUS-AM: CARRO DE SOM PERDE CONTROLE E MATA FIÉIS EM PROCISSÃO

Acidente ocorreu durante procissão na Sexta-feira Santa, em Manaus
- Atualizado em 18/04/2014 20h01
Número exato de vítimas não foi confirmado; duas pessoas morreram.
Acidente ocorreu na Zona Centro-Oeste da capital.
Um carro de som que participava de procissão na tarde desta sexta-feira (18) perdeu o controle e atingiu fiéis que participavam do evento. O acidente ocorreu por volta das 17h, na Zona Centro-Oeste de Manaus. Segundo informações do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), a colisão resultou em 11 vítimas. Duas delas morreram no local do acidente e uma senhora faleceu quando era levada ao Serviço de Pronto Atendimento do Alvorada.
Segundo informações da Polícia Militar, o carro perdeu o controle em uma ladeira na rua Francisco Orellana, bairro Dom Pedro. O acidente ocorreu em frente a Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCECON). Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans), enviou agentes para o local e liberou a via por volta das 18h40.
Testemunhas que acompanhavam a procissão disseram que o carro de som perdeu o freio quando descia uma ladeira. "Ele não conseguiu frear e saiu da faixa que estava, invadindo o outro lado da rua", disse o professor Denilson Saturnino.
A aposentada Rosa Lucena conta que ela e a neta quase foram atingidas. "Estava antes do carro. Quando vi alguns gritos e o som falando: tá sem freio, perdeu a direção. Alertando as pessoas. Eu ia ser atingida. Eu e minha neta, de 5 anos, nos jogamos na parede e nos salvamos",conta.
Para a aposentada o acidente poderia ter sido pior. " O motorista evitou uma tragédia muito maior. Ele desviou para o lado em que não havia muita gente. As pessoas que morreram foram agingidas porque correram na mesma direção do veículo", revela.
O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também enviou viaturas ao local e prestou socorro às vítimas. Oito feridos foram levadas foram levadas para hospitais na capital.
Motorista
Antonio Santana estava entre os fiéis que acompanhavam a procissão. Ele viu o motorista logo após o acidente. " Ele saiu muito atordoado. Ele gritava: perdi o freio, acho que atropelei alguém. Ele estava muito desorientado e quase desmaiou", disse.
O  condutor do veículo foi levado para prestar depoimento na 10ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom).

Fonte/Fotos: Leandro Tapajós – G1 AM/Divulgação PM – Arquivo Pessoal
Leia Mais ►

SEXTA FEIRA SANTA

Foto: z fioravante

Leia Mais ►