quarta-feira, 20 de agosto de 2014

PALESTRA: A CONSERVAÇÃO AMBIENTAL NAS ONDAS DO RÁDIO, EM SANTARÉM-PA

Acusamos o recebimento, agradecemos, e estaremos presentes no evento, cujo convite postamos abaixo.
Por esse motivo deixaremos de postar matérias nos próximos dias, pois, além da palestra participaremos em Santarém da Oficina de Rádio Natureza Viva. Retornamos na próxima segunda feira, 23.
A palestra tem realização do Imazon e apoio do Fundo Vale.
Convidamos também você para participar !


Leia Mais ►

E SE O HORÁRIO ELEITORAL NA TV TIVESSE MOMENTOS DE SINCERIDADE?



- por Leonardo Sakamoto*
Adoraria que, durante suas peças de publicidade do horário eleitoral, os candidatos à Presidência e aos governos estaduais e distrital virassem para a câmera e dissessem o que estão pensando. Por exemplo:
- É fascinante como as pessoas acreditam em qualquer imagem besta que toque seu coração patético. Poderíamos ter colocado fotos de cachorrinhos, mas seria desnecessário. O povo se contenta com menos.
ou
- O povo é tão mal instruído que não percebe que essa proposta é inexequível, quase um acinte. Mas como números têm um poder sobrenatural sobre a massa, não questionam quando eles aparecem. Dizem amém.
ou ainda
- Hiprocrisia não é eu criticar o setor do meu maior doador de campanha. Hiprocrisia é muitos veículos de comunicação não dizerem nada sobre isso. Talvez porque os maiores doadores são também os maiores anunciantes da imprensa.
A campanha eleitoral tornou-se um momento complicado para a discussão de temas públicos relevantes – ao contrário do que a teoria afirma. É quando marqueteiros dobram a realidade, procurando mexer com a emoção e não a razão dos eleitores. Qualquer tema que seja visto com potencial de angariar ou tirar votos será tratado como um carro novo em anúncio de TV. E vendido como tal. Ou seja, a verdade sobre o objeto em questão é um mero detalhe.
Alguns candidatos e partidos até marcam posições importantes. Mas com o domínio completo do marketing sobre todas as outras esferas da política, tudo é controlado para dar ao povo o que o povo quer.
Ou acha que quer.
Ou o que um grupo pequeno quer que o povo continue achando que quer.
Por isso, não nego que, ao assistir o horário eleitoral, imaginei que os candidatos se virassem para a tela e tivessem o momento sincero. Quiçá:
- Cansou? Tá achando ruim? Calma, está só começando…


*Sobre o autor
Leonardo Sakamoto é jornalista e doutor em Ciência Política. Cobriu conflitos armados e o desrespeito aos direitos humanos em Timor Leste, Angola e no Paquistão. Professor de Jornalismo na PUC-SP, é coordenador da ONG Repórter Brasil e conselheiro do Fundo das Nações Unidas para Formas Contemporâneas de Escravidão.
Leia Mais ►

POR QUE SOBE TANTO A TARIFA DE ENERGIA NO PARÁ?



por Edilberto Sena (*)
De repente, os consumidores de energia elétrica do Pará recebem informação de que sua tarifa de energia da Celpa ficará 34% mais cara. Tal informação tem causado indignação, xingamento sobre a Celpa e sobre o governo federal, que decretou tal absurdo.
Os vereadores de Santarém parecem estarrecidos e não sabem o que fazer, além de lamentar essa maldição sobre tantos consumidores. Como explicar tal absurdo de 34% de aumento de tarifa se a segunda maior usina hidrelétrica do país está bem aqui no Pará, Tucuruí?
Por que em São Paulo o consumidor teve aumento de apenas 18% e o do Pará pagará quase o dobro? Será desprezo do governo pelos habitantes do Norte e do Pará, em particular? Será para pagar o custo das campanhas eleitorais? Por quê?
De fato, os consumidores de energia no Pará carecem de informações reais. Por falta disso, é que a moradora da comunidade de Vila de Amorim, margem esquerda do rio Tapajós, onde só há energia elétrica três horas por noite, queimando óleo diesel, sonhava que com a construção da hidrelétrica de São luiz do Tapajós chegaria energia 24 horas por dia em sua casa e comunidade.
Pura ilusão, que foi desfeita em recente encontro na comunidade de Parauá. Foi esclarecido que os cabos de energia de Tucuruí chegam pela margem esquerda do Tapajós até a comunidade de Brasília legal, ou Barreiras.
Fonte/Foto: jesocarneiro.com.br
Leia Mais ►

ALEGANDO ATRASO DE SALÁRIO, SERVIDORES PÚBLICOS DE BELTERRA-PA FAZEM PROTESTO



Eles cobram salários atrasados há quatro meses.
Manifestantes pediram apoio do Ministério Público do Estado.
Alegando atraso de quatro meses no recebimento de salários, os servidores públicos municipais de Belterra, Região Metropolitana de Santarém, fizeram um protesto na tarde desta terça-feira (19), em frente ao prédio do Ministério Público do Estado (MPE), sediado em Santarém, para pedir mais uma vez apoio na solução do problema.
Professores, agentes de limpeza pública, agentes administrativos, funcionários da construção civil e motoristas são os mais prejudicados. “É difícil ter crédito no comércio. É difícil você ir para o seu trabalho sem ter como se alimentar, como alimentar os seus filhos”, reclamou a professora Olina Patrícia. “Belterra nunca vai crescer. Quem trabalha tem por lei receber, não ser escravo do seu próprio suor”, afirmou o ex-motorista Jeferson Sousa.
Alguns servidores afirmam que direitos obrigatórios, como licença maternidade, não estão sendo pagos. “Isso é um descaso. A foto do cartaz diz tudo: uma criança chorando com fome porque a mãe não recebe o salário dela”, declarou o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos de Belterra, José Nilson.
Os servidores se reuniram com a promota de Justiça, Maria Raimunda Tavares, e apresentaram documentos para comprovar o atraso no pagamento dos salários. A promotoria deu prazo de mais 15 dias para que os servidores reunam o maior número de provas possíveis para a análise dos documentos. Se comprovado o atraso, o Ministério Público vai entrar com uma ação contra a Prefeitura de Belterra.
Fonte/Foto: g1.globo.com
Leia Mais ►

CIDADES DA GRANDE BELÉM RECEBEM MUTIRÃO DE ECONOMIA DE ENERGIA



Moradores de Santa Isabel e Benevides poderão trocar geladeiras velhas.
Postos da Celpa em praças farão cadastro até a próxima quinta-feira, 21.
Moradores dos municípios de Santa Isabel do Pará e Benevides, localizados na região metropolitana de Belém, poderão trocar suas geladeiras velhas por outras novas durante ações do projeto Mutirão da Economia, que integram o programa de eficiência energética da Celpa. As famílias deverão procurar os postos instalados em praças para efetuarem o cadastro até a próxima quinta-feira (21).
Os consumidores de Santa Isabel poderão fazer o cadastro na praça Getúlio Vargas (praça da Matriz), localizada na avenida Marechal Teodoro da Fonseca. Já em Benevides, devem procurar a praça do Saber, na rua Constituinte.
Para participar do Programa é necessário estar cadastrado na Celpa como consumidor residencial baixa renda, possuir uma geladeira velha em funcionamento, estar com as contas de energia pagas e residir em município ou bairro onde esteja ocorrendo a ação.
Lançado em setembro de 2013, o programa já atendeu cerca de 9 mil famílias e substituiu aproximadamente 9 mil geladeiras por outras novas, mais eficientes e econômicas. Também foi feita a troca de cerca de  96 mil lâmpadas incandescentes por fluorescentes em alguns munícipios do estado.
SERVIÇO
Mutirão de economia de energia da Celpa vai estar em Santa Isabel do Pará, na praça Getúlio Vargas, localizada na avenida Marechal Teodoro da Fonseca. O cadastro será feito até a próxima quinta (21), e a entrega das geladeiras será feita no dia 29 de agosto. Em Benevides, o posto funcionará na praça do Saber, na rua Constituinte (atrás da Prefeitura Municipal de Benevides) até a próxima quinta (21) e a entrega das geladeiras será feita no dia 28 de agosto.
Fonte: G1 PA
Leia Mais ►

... ASSIM FALOU MAHATMA GANDHI.




“A grandeza de uma nação e o seu progresso moral podem ser julgados pela maneira que seus animais são tratados”.
Leia Mais ►