segunda-feira, 4 de junho de 2018

MARINHA DO BRASIL: COMANDO DA FLOTILHA DO AMAZONAS COMEMORA 150 ANOS NA REGIÃO AMAZÔNICA E REALIZA PROGRAMAÇÃO EM MANAUS


Para comemorar os 150 anos de atuação do Comando da Flotilha do Amazonas (ComFlotAM) na região amazônica, o Comando do 9º Distrito Naval (Com9ºDN) deu início a uma variada programação na cidade de Manaus.
Neste final de semana, a sociedade manauara teve a oportunidade de conhecer as instalações e a rotina marinheira do Navio de Assistência Hospitalar (NAsH) "Oswaldo Cruz"; do Navio-Patrulha Fluvial (NPaFlu) "Amapá" e do Navio-Patrulha (NPa) "Pampeiro" subordinado ao 4º Distrito Naval, atracados  no Cais do Rodway, durante a Visitação Pública "Conheça a Flotilha do Amazonas".
No domingo, foi realizado um Desfile Naval pelo Rio Negro, passando pela Praia da Ponta Negra, às 10h. Participaram do Desfile: os Navios-Patrulha Fluviais (NPaFlu) "Pedro Teixeira", "Raposo Tavares", Roraima, Rondônia e Amapá; os Navios de Assistência Hospitalar (NAsH) Doutor Montenegro, Oswaldo Cruz, Carlos Chagas; o Navio-Patrulha (NPa) Pampeiro (subordinado ao 4º Distrito Naval); e duas aeronaves do 3° Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral (EsqdHU3).
Dando continuidade à programação, o ComFlotAM realizará, no 05 de junho, a Cerimônia Militar alusiva aos 150 anos, mediante convite. A solenidade acontecerá, às 10h, no Complexo Naval do Rio Negro, Distrito Industrial de Manaus. Na ocasião, serão entregues o Certificado de Militar Padrão do ComFlotAM e do Troféu Eficiência aos Navios agraciados.
Com o intuito de captar doadores e cooperar com o aumento do estoque do Banco de Sangue do Estado, o ComFlotAM, também, realizará entre os seus militares a Campanha de Doação de Sangue, no dia 6 de junho, a partir das 8h30, no Complexo Naval do Rio Negro. A ação contará com o apoio da unidade móvel da Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (HEMOAM).
Saiba mais:
Criada em 02 de junho de 1868, a Flotilha do Amazonas é a unidade da Marinha atuando há mais tempo na Amazônia Ocidental. Dentre as suas principais tarefas, destacam-se:
A Patrulha Naval que tem a finalidade de implementar e fiscalizar o cumprimento de leis e regulamentos em águas jurisdicionais brasileiras, na Plataforma Continental brasileira e no alto-mar, respeitados os tratados, convenções e atos internacionais ratificados pelo Brasil.
A Assistência Hospitalar (ASSHOP) às populações ribeirinhas da Bacia Amazônica, que ocorrem ao longo de todo ano, com uma média anual de cerca de 45 mil pessoas atendidas, e cada polo é visitado, pelo menos, duas vezes ao ano, salvo quando as condições de navegabilidade não permitem. No ano passado, 200 localidades receberam a visita dos “Navios da Esperança”, onde foram realizados mais de 61.500 atendimentos.
Os navios também cooperam com as atividades de Inspeção Naval realizadas pela Capitania Fluvial da Amazônia Ocidental (CFAOC). A Inspeção Naval é uma atividade de cunho administrativo, que consiste na fiscalização do cumprimento das Leis, das normas e regulamentos decorrentes da Lei Nº 9.537, de 11 de dezembro de 1997, e dos atos e resoluções internacionais ratificados pelo Brasil, no que se refere exclusivamente à salvaguarda da vida humana e à segurança da navegação, no mar aberto e em hidrovias interiores, e à prevenção da poluição ambiental por parte de embarcações, plataformas fixas ou suas instalações de apoio; e contribuir para a cooperação em operações fluviais com as demais Forças Armadas e os outros órgãos governamentais.
Atualmente, o ComFlotAM dispõe de quatro Navios de Assistência Hospitalar (NAsH): “Doutor Montenegro”, “Oswaldo Cruz”, “Carlos Chagas” e “Soares de Meirelles” e cinco Navios-Patrulha Fluviais (NPaFlu): "Pedro Teixeira", "Raposo Tavares", "Roraima", "Rondônia" e "Amapá".

Fonte/Foto: Marinha do Brasil - Assessoria de Comunicação - Comando do 9º Distrito Naval

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente:

 

Blogroll

About